Emprego Formal

O emprego formal teve evolução positiva entre 2000 e 2014, alcançando 632 mil vínculos ativos. O ano de 2002 é uma exceção, quando o emprego formal teve variação líquida negativa de 18,2 mil vínculos, ou seja, apresentou uma redução.

A participação do Rio Grande do Norte no emprego formal do Nordeste teve média de 7,3%, com máxima de 7,8% e redução até 2014, com participação inferior à do início da série desde 2011, mantendo-se em cerca de 7%.

Evolução do Emprego Formal por Vínculos Ativos – Milhares – e Participação no Total do Nordeste – % – 2000/2014



Rio Grande do Norte % do Nordeste

Fonte: RAIS - Relação Anual de Informações Sociais.