Aeroportos

O Aeroporto Internacional Governador Aluízio Alves é o único aeroporto em operação no Rio Grande do Norte, no município de São Gonçalo do Amarante. Localizado na Região Metropolitana de Natal, a oeste da capital, é uma importante conexão do Estado com o restante do Brasil e com o exterior.

Até maio de 2014, o transporte aeroportuário era realizado pelo Aeroporto Internacional Augusto Severo, localizado no município de Parnamirim, que será devolvido à Força Aérea Brasileira (FAB) para uso militar, com ênfase no treinamento para aviação.

Desde então, o tráfego aéreo foi deslocado para o novo aeroporto, que entra no contexto de obras para a realização da Copa do Mundo de futebol em Natal e atende à estratégia de separação das operações aéreas militares e civis.

A capacidade de movimentação anual do Aeroporto internacional Governador Aluízio Alves é de 6,2 milhões de passageiros, com expansão prevista para 11 milhões em 2024, e de 10 mil toneladas de carga, com expansão prevista para 20 mil em 2020. O terminal de cargas tem capacidade flexível, podendo responder rapidamente a novas demandas de processamento. É um aeroporto desenhado para ser um hub (centro de conexões de voos), tanto interna quando externamente, conforme o Plano Diretor do município de São Gonçalo do Amarante.

O Rio Grande do Norte conta também com um aeroporto regional desativado em Mossoró, e com aeródromos e pistas de pouso distribuídos pelo Estado. Adaptações e reformas podem viabilizar sua plena utilização, em particular para voos de negócios.